gusa-cinzento

Quais as principais características do ferro gusa cinzento?

O Aço verde e a sustentabilidade na siderurgia são pautas muito atuais e relevantes. O objetivo é contar com materiais e processos que possibilitem a descarbonização e a fabricação de modo sustentável. Diante disso, não podemos deixar de falar do ferro gusa cinzento.

Com o passar dos anos, as fundições passaram por muitas mudanças. Desde a adoção de novas ferramentas de trabalho até a adaptação a uma matéria-prima que use energia renovável e diminua os impactos ambientais. O uso de cada tipo de matéria-prima permite a construção de produtos e peças diferentes, devido às diferenças de composição e forma de trabalho.

Sob esse ponto de vista, continue conosco e veja quais são as principais características desse tipo de ferro, bem como os usos e as aplicações.

Quais as características do ferro gusa cinzento?

Primordialmente, o ferro gusa é o principal formador do aço. Sua composição química dispõe de Cromo (C), Silício (Si), Manganês (Mn) e Fósforo (P). De maneira geral, compõe um processo de fácil usinagem que apresenta muitas resistências mecânicas. 

Desse modo, o ferro gusa cinzento é resistente à corrosão e abrasão. Popularmente conhecido como FoFo, ele passa por uma reação que pode se classificar entre hipoeutética,  hipereutética e eutética. Com isso, ele pode modificar as propriedades mecânicas que o caracteriza e não é indicado em situações que dependem de tração.

Onde é possível aplicá-lo?

Normalmente, ele se aplica em bases, mesas e demais componentes de máquinas. Por exemplo, cremalheiras, roldanas, carcaças metálicas, réguas-guia, acoplamentos, blocos de motor ou volantes de disco de freio.

Sempre com uma utilidade que contempla uma larga escala da indústria, principalmente a automobilística e naval. Afinal, ele dispõe de uma grande facilidade na fusão, que permite a fundição de materiais industriais com paredes finas e complexas

Aliado a isso, o ferro gusa cinzento surpreende pela sua capacidade de amortecimento, elevada usinabilidade, resistência ao desgaste e ótimo procedimento na moldagem, além de sua coloração escura que o torna mais característico no setor.

Quais os benefícios que o ferro gusa cinzento traz?

Inegavelmente, a alta resistência ao desgaste é um fator do ferro gusa cinzento que chama a atenção dos profissionais. É uma alternativa que dispõe de baixo custo e que apresenta uma maior dureza. Ademais, ele apresenta uma taxa de resfriamento lento e é resistente à compressão. 

Quais as diferenças dele para o ferro gusa nodular?

O ferro gusa nodular apresenta um custo mais elevado e alto teor de magnésio em comparação ao ferro gusa cinzento. Apesar de ambos materiais disporem de excelente resistência e alta qualidade.

Entretanto, ele é mais indicado em aplicações de peças para veículos, formação de dutos, engrenagens e cunha de fricção. Ao passo que é capaz de suportar mudanças de temperaturas e tem boa resistência ao alongamento e escoamento.

Além disso, no momento da fusão e vazamento, certas quantidades de materiais são inseridas, visando a formação dos nódulos de grafita, o que caracteriza a nomeação de “ferro fundido nodular”.

Neste conteúdo, você conheceu as principais características do ferro gusa cinzento. Logo, ao entender suas devidas aplicações, é possível fabricar peças de qualidade que contemplam determinados objetivos e promovem a satisfação do público final.

Portanto, tenha o auxílio desse material no seu dia a dia. Para isso, conte com a Atlas para tornar possível esse objetivo! Entre em contato conosco.

Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

ENTRE EM

CONTATO

Translate »
Rolar para cima